Levar bebidas na mala

quinta-feira, dezembro 07, 2017

Quem viaja com frequência sabe que os valores de bebidas alcoólicas fora do Brasil é muito mais em conta. Aqui na Itália, por exemplo, tem vinhos, licores (limoncello, grappa, passito di pantelleria etc...) de excelente qualidade e com um precinho bem camarada.

Mas como transportar? Vale a pena embrulhar as garrafas em plástico bolha, roupas, sacos de plástico, correndo o risco de alguma garrafa quebrar, sujar todas as suas roupas e ainda perder o produto? 

Recebemos uma mala incrível da Lazenne para transportar vinhos e garrafas de bebidas e vamos mostrar pra você que está procurando boas opções para levar aquele vinhozinho delicioso que gostou, o champagne que, aqui, é muito mais barato (fim de ano está aí!!!), ou o prosecco e o Aperol para preparar o famoso Spritz que tanto amamos! 
A VinGardeValise comporta até 12 garrafas de 750ml, o que pesa aproximandamente de 20 a 25kg, dependendo do tipo de garrafa.
A mala é super resistente, testada contra choque e garantia na proteção das garrafas de vinho em voos de longa distância. Aprovada e dentro dos limites de peso de bagagem das companhias aéreas com um peso total quando carregado com vinho, entre 18 e 23 kg. O material externo é 100% policarbonato praticamente indistrutível e resistente a grandes impactos! 
Além de ser uma mala linda, com 4 rodinhas giratórias (amamos), a VinGardeValise é revestida com cavidades de espuma para a proteção das garrafas. E sabe o mais legal? Você pode adaptar. Caso você queira levar menos de 12 garrafas ou queira levar outras coisas na mala, também pode tirar as proteções e usar como uma mala comum. 
Se você já teve a oportunidade de provar, sabe que os vinhos italianos são ótimos.
A Itália é o país que mais produz vinho no mundo e o segundo maior exportador. Regiões como a Toscana, Trentino, Umbria, Sicília, Puglia, Le Marche e até mesmo o Lácio se destacam na produção de ótimos vinhos e na exportação. 
O único problema é que o imposto sobre o álcool no Brasil é muito alto, por isso um vinho que custa 10,00 euros por aqui pode custar até mais que 100 reais no nosso país.
Além da VinGardeValise, a Lazenne também tem diversos produtos para o transporte de vinhos e bebidas. Como as malas "Wine Check Elite" e "Clássica", sacolas térmicas de neoprene, protetores de isopor, proteção reutilizável salva-vidas inflável e muita coisa bacana e com preços acessíveis para proteger as garrafas.
Se você estiver vindo para a Europa, pode comprar pelo site, porque a Lazenne entrega em toda Europa. Eles garantem que a entrega chegue nas datas específicas em que você estiver por aqui. É só colocar as datas certinhas e o endereço da sua hospedagem! 
Transporte de bebidas alcoólicas 

A cota para o transporte de vinhos no avião para o Brasil são até 12 litros, ou seja, 16 garrafas de 750ml e um valor total de 500 dólares. Conserve a nota fiscal para apresentar na alfândega, caso seja necessário.
Digamos que o transporte aéreo de álcool ainda é a maneira mais fácil para levar vinhos e bebidas da Europa para o Brasil. E como os brasileiros desfrutam de uma franquia de bagagem bem interessante entre a Europa e o Brasil facilita ainda mais as nossas vidas.
Lembrando que não é permitido levar bebidas alcoólicas na bagagem de mão. O limite máximo de líquidos que podem ser levados na mala de mão é 100ml. A não ser que você compre no duty-free!

Para mais informações sobre as normas de transporte de álcool no avião, visite o site da Lazenne e aproveite que a maioria dos produtos estão em promoção. 

Outros posts que você pode gostar:

0 commenti